Seja bem vindo(a)!!!!!!!


Temos aqui um pouquinho de cada coisa: moda, receitinhas, moldes, costura, curiosidades, artesanato e mais...

Se esta for sua primeira visita ao Entre Linhas e Tecidos, dê uma olhada neste link de um dos primeiros posts, ele explica nosso sistema... daí você pode vasculhar a vontade e garimpar as coisas que lhe interessam!

Fique a vontade, a casa é nossa!!!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Quilting

Encontrei este post no Atelier Brincando com Paninhos e achei muito interessante e informativo, principalmente para mim que estou tentando desvendar os mistérios desse caminho...




Quilting
A palavra quilt provém do latim culcita, uma espécie de colchão ou almofadão preenchido com algo macio e quente (assim como penas, lã ou cabelos) e usado para deitar ou cobrir. Quilting, que significa acolchoamento, e Patchwork são parceiros no mundo do artesanato, e têm estado juntos por milhares de anos.

As razões para se fazer um quilt são diversas: eles podem ser simplesmente algo para manter as pessoas quentes; eles podem ser cópias de velhos quilts, celebrando o passado; eles podem brincar com padrões e texturas de tecidos por puro prazer, pelo exercício e pela beleza do resultado


Quilt é a costura, feita à mão ou à máquina, que prende :todas as camadas do trabalho em patchwork.

Existem muitos tipos de quilt:

O Quilt livre, feito sem desenhos ou formas pré-definidas, com um pé de maquina especial, o Big foot, deixa os movimentos - da maquina - livres e pode-se costurar em qualquer direção, sem a necessidade de virar o trabalho.
O Quilting é feito a certa de 0,5mm da costura.
Quilting nas aplicações, feito ao redor da aplicação várias vezes.
Quilt sobre as costuras, quando segue as costuras feitas para unir os tecidos do trabalho.
Quilting com curvas, ideal para quiltar as bordas do trabalho feito com linhas contínuas.
Quilting em tecido liso, feito com pontos de alinhavo formando desenhos. Feito com cor diferente ao do tecido.

Quilt á mão


Apesar de ser um trabalho demorado, este método é o preferido da maioria.
Use linhas especiais para quiltar no tom do tecido ou em cores contrastantes.
Dê um nó na ponta da linha e passe-o pela primeira camada do tecido, ficando no centro do sanduíche.
Costure as 3 partes do trabalho, frente, manta e forro, com pontos de alinhavo pequenos, regulares, quiltando sempre do centro do trabalho para as bordas. Se quiser, faça alguns pontos de cada vez antes de puxar a linha. Há muitas pessoas que preferem sair com a agulha no avesso do trabalho e introduzir para cima novamente, fazendo um ponto de cada vez.
Para terminar, volte a agulha 4 ou 5 pontos e esconda a linha entre o forro e a manta do trabalho.

Quilt à máquina


Existem pés de máquina especiais que facilitam o trabalho. São dois modelos, importados, para o quilt reto: o Walking-Foot e para o quilt livre: o Big-Foot.
Você pode quiltar usando o pé normal de sua máquina, porém, esses dois vão facilitar o trabalho.
Quilt reto, o traçado pode seguir as linhas da costura, ficando a 0,5mm dela, fazendo varias linhas por todo o trabalho, sempre em linha reta.

Um comentário:

  1. Que explicaçao otima , eu agradeço muito...abriu meus horizontes!!!
    Obrigada...

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante, faz com que possamos buscar informações cada vez mais relevantes.... Obrigada